Variedades

Comer Com os Olhos!

comercomosolhos

Esta expressão significa olhar cobiçosamente os alimentos. É ter o olho-pidão, faminto, insaciável. Fitar com insistência.

O povo concede aos olhos faculdades mágicas e também a transmissão da força magnética. Cobras e jacarés e todos os sáurios, chocam os ovos com o olhar. Esse comportamento de determinados animais contribuiu para a origem do “quebranto” e do “mau-olhado”. A inveja é o olhar malfazejo, in-video. É um olhar de seca-pimenteira, de azar, de mofina.

Certos olhares absorvem a substância vital dos alimentos, deixando-os inúteis à nutrição. Soberanos negros da África Ocidental não consentiam testemunhas às suas refeições. Comiam ocultos e sozinhos. Os sertanejos acreditam que o olhar “fincado no comer, tira a sustança”.

Câmara Cascudo conta que uma empregada de sua casa, em junho de 1954, enxotou o seu “basset” que mirava o jantar, aguardando a ração: – “Saia daí Gibí, você está tirando as forças do comer!”. A partir de então, sua curiosidade levou-o a estudar o assunto em “Símbolo Respeitoso de Não-olhar” (Superstições e costumes, Rio de Janeiro, 1958)

Nos pejis dos Candomblés, Umbandas e Xangôs, os orixás utilizam as oferendas pelo olhar.

Havia em Roma uma modalidade do Silicernium, festim fúnebre, oferecido aos deuses Manes, durante o qual a família, clientes e amigos, não tocavam nos alimentos, limitando-se a olhá-los, em silêncio e fixamente. “Quod eam silenter cernant, neque degustant”. Participavam do ágape com a intenção visual; ou seja, “comiam com os olhos…”.

Fonte: Cascudo, Câmara. Locuções Tradicionais no Brasil. São Paulo, Global, 2004. p. 99.

******

“Se alguém passar por você e não olhar pra sua cara, não se preocupe, simplesmente foi por que essa pessoa não aguentou o grande brilho do seu olhar.” (Allef Weyber)

“O olhar de quem odeia é mais penetrante do que o olhar de quem ama.” (Leonardo Da Vinci)

“As mais lindas palavras de amor são ditas no silêncio de um olhar.” (Leonardo Da Vinci)

“Quem não compreende um olhar, tampouco compreenderá uma longa explicação.” (Mário Quintana)

Existem diversas formas de “olhar”, por isso precisamos cuidar para que nosso olhar possa abençoar vidas e não amaldiçoá-las.

O próprio Deus Criador dos céus e da terra disse: “Olhai para mim e sereis salvos, vós, todos os termos da terra; porque eu sou Deus, e não há outro.” (Bíblia Sagrada ARC, Is. 45:22) O olhar de Deus é tão penetrante que tem o poder de salvar, libertar, purificar, curar e transformar  em bênção qualquer tipo de caos que possa haver tanto em nosso interior, quanto no ambiente terrestre.

Por maior que pareça nossa dificuldade, o olhar divino pode restaurar nossa vida, nossa fé, nossas emoções e também e principalmente nossa auto-estima, para que vivamos uma vida de felicidade.

 
Por Sonia Valerio da Costa
Em: 23/10/2010
barrabênçao

6 Comments

  1. Minha querida amiga Sonia, boa noite!!!
    Muito interessante esta analise, gostei da forma como foi exposta!!!
    Daí que deve ter nascido o “tira o zóião”, dizem que alguns tem o olhar tão ruim que é capaz de secar qualquer coisa, o mal olhado…
    Confesso que não gosto de platéia quando estou comendo, se estamos todos nos alimentando tudo bem, mas se tem alguém só assistindo fica meio chato…
    Parabéns pela excelente postagem, gostei!!!
    Grande abraço e muita paz!!!

    Reply
    1. Sonia Costa Author

      Olá Luis,
      Obrigada pelo seu excelente comentário.
      Eu também gosto de paz quando estou comendo e me sinto mal se alguém fica olhando para o meu prato.
      Deve ter alguma verdade oculta, nessa questão do olhar que seca ou que paraliza.
      Muitas vezes nos sentimos observados e consequentemente incomodados.
      É ainda um mistério a ser desvendado.
      Abraços.
      Sonia Costa

      Reply
  2. Olá Sonia querida!
    Não sabia a origem. Também, te confesso, não tinha ainda parado para pensar sobre ela. De qualquer forma, que pecado, menina! Olhar o alimento apenas e ter que comer com os olhos? Não tem coisa pior do que estar com fome e ver comida sem poder comê-la!
    Mas, a questão do desejo, cai bem…rsrs
    Grande beijo,
    Jackie

    Reply
    1. Sonia Costa Author

      Olá Jackie,
      Você tem razão… rsrs… que desperdício, ver e não comer. É incrível como os povos antigos tinham certas crendices incompreensíveis!!!
      Na verdade, penso que hoje essa expressão é utilizada para representar o desejo, justamente porque seria impossível que eles ficassem olhando para a comida e não tivessem desejo e vontade de comer.
      Obrigada por comentar.
      Abraços.
      Sonia Costa

      Reply
  3. Grande Sonia, sei lá, pode até ser que tenha um fundo de verdade nestes olhares matadores, ou pidões, ou até mesmo de desejo, mas, na verdade, ja olhei com muito desejo para alguma coisa, mas não deu certo não …. será por que?

    Reply
    1. Sonia Costa Author

      Olá Joselito,
      realmente ainda é um grande mistério a ser desvendado. Mas que tem algum fundo de verdade, tem… rsrs
      Obrigada por comentar.
      Abraços.
      Sonia Costa

      Reply

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *