Livros

Fundamentos Inabaláveis

FundaInanabaláveis

Norman L. Geisler e Peter Bocchino escrevem com muita propriedade sobre assuntos  bastante polêmicos no meio cristão e porque não dizer também no meio dos seguidores de outras religiões e, até mesmo, dos que se dizem ateus.

Alguns dos assuntos abordados são: lógica, ciência, origem da vida, macroevolução, Deus e o mal, bioética, clonagem, aborto e eutanásia.

Todo campo do conhecimento começa com certas verdades, que os autores de “Fundamentos Inabaláveis” chamam de “primeiros princípios”. Este livro oferece “n” razões confiáveis para crermos que o cristianismo é intelectualmente perfeito.

Através da Lógica, os autores nos levam a compreender o que é a “lei da não-contradição” que, quando bem analisada, concluímos que certamente deve haver uma Mente Suprema, que existe como fundamento das leis do pensamento humano. Também examinam noções populares de agnosticismo, pluralismo e relativismo, aos quais são aplicadas a “lei da não-contradição”; essa análise nos leva à conclusão de que essas filosofias são auto-anuláveis. A verdade absoluta existe.

São também apresentadas breve descrições das cosmovisões e como elas afetam as convicções e conduta dos indivíduos, e utilizam da cosmologia para discutirem sobre como a ciência se constrói, a origem, natureza e estrutura do universo, e também a origem da vida.

Este livro também responde questões sobre a macroevolução e evidencia que ela não é um modelo de origem viável, nem mesmo a macroevolução teísta. Os autores utilizam um contexto histórico (Alemanha nazista) para revelar como o conceito errado da natureza humana (macroevolução) e a lei (estabelecida apenas sobre a razão humana) violam os direitos humanos.

Apresentam também como a promotoria em Nuremberg argumentou em favor da Justiça, com base no conhecimento intuitivo das “leis superiores” que transcendem os governos. O fundamento dessa lei superior é um Legislador superior – o Criador – que concedeu à humanidade um valor intrínseco que nenhum governo ou pessoa tem o direito de tirar.

Analisam também, com muita propriedade a respeito da natureza de Deus e o problema do mal. Se existe um Deus infinitamente poderosos e justo, por que existe o mal? Onde o mal se originou? Foi Deus que o criou? A argumentação dos escritores esclarecem de forma bastante compreensível o aspecto ainda um tanto nebuloso da existencia do Bem e do Mal.

Os autores utilizam também de vários argumentos de C.S. Lewis para nos trazer mais luz ao texto. Realmente me sinto impotente para descrever em poucas palavras todo o riquíssimo conteúdo deste livro, que também nos fala da confiabilidade na divindade de Jesus Cristo baseando-se nas evidências que sustentam a autenticidade dos documentos do Novo Testamento e a confiabilidade de seus autores.

Recomendo a todos a leitura deste livro inédito, precioso e que ao final, ficamos saboreando seu conteúdo de forma a deixar em nosso paladar literario um gostinho de “quero mais”.

Em 08/07/2012

Por Sonia Valerio da Costa

barrabênçao

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *