Filmes

coraçãotinta

“Nos livros encontro os mortos como se estivessem vivos, nos livros vejo o que está por vir. Tudo se deteriora e desaparece com o tempo, toda a glória cairia no esquecimento se Deus não tivesse dado aos mortais o recurso dos livros.” (Richard de Bury, citado por Alberto Manguel)

Desde que chegaram na Biblioteca dois exemplares do livro “Coração de Tinta” de Cornelia Funke, já me despertou uma forte curiosidade de fazer uma viagem através da leitura, nesse mundo fantástico de pura ficção criado pela autora.

Como naquele momento, meu interesse estava voltado para outros tipos de leitura e soube que o filme estava em cartaz, preferi assistir o filme. Me apaixonei pela história, pelo enredo e pela forma da autora criar uma interatividade fantástica entre os personagens dos livros de contos de fadas, com nós seres humanos.

Mo, além de ser um excelente encadernador, tem uma habilidade excêntrica; quando lê em voz alta, consegue dar vida às palavras, de uma forma impactante, pois consegue “libertar” os personagens das páginas dos livros e trazê-los para a nossa vida real; assim como nós seres humanos, eles saem dos livros e com a personalidade que possuem na vida ficcional, passam a fazer parte de nossa vida real.

A vida de Mo passa a ser um verdadeiro inferno, quando ele encontra um livro misterioso, chamado “Coração de Tinta”. No meio da noite, quando lia esse livro para acalentar o sono de Meggie, sua filhinha, acontece o inesperado: alguns personagens excêntricos se libertam desse livro e entram na nossa realidade, enquanto que sua esposa é abduzida para esse mundo encantado.

Mo, deseperado passa vários anos procurando esse personagem que, ao libertar-se das páginas do “Coração de Tinta”, acabou aprisionando a esposa de Mo. Este sempre escondeu de sua filha esse fato sinistro, mas no final, a própria Meggie, que adquire a habilidade de leitura excêntrica de seu pai, consegue libertar sua mãe das páginas do livro encantado e ao mesmo tempo aprisiona os personagens que acabaram se perdendo em nosso mundo real.

É uma aventura cheia de “perigos”, de acontecimentos fantásticos, surpresas e reviravoltas, mas vale a pena ler o livro ou assistir o filme, pois envolve uma filosofia de vida muito importante, quanto às dificuldades que enfrentamos em nossas vidas para atigirmos nosso objetivo. Quando esse nosso desejo brota com pureza do fundo de nossa alma, nada poderá abalar ou impedir a realização de nossos ideais.

Recomendo com muita propriedade, pois vale a pena conhecer essa trama fantástica.

Coração de Tinta (O Livro Mágico) – Cinema

Sonia Valerio da Costa
 17/06/2010

coraçãotinta2

 
 
Vídeos

“Lembre-se que querendo ou não, todos nós modificamos o mundo a cada momento. Nossas atitudes, nosso estado de espírito têm enorme influência, porque estamos profundamente ligados uns aos outros. Trabalhar a consciência é uma tarefa contínua e a mais importante de todas. O estado de amor é o supremo ato criador.” (Em estado de amor – por Ram Dass. In: Os Caminhos do Coração)

Quando assisti este vídeo pela primeira vez, comparei-o com a criação de textos que para transmitir uma mensagem coerente, não pode ser composto de palavras desconexas. Quando escrevemos um texto, necessitamos criar vínculos gramaticais entre as palavras, para que possamos transmitir ao leitor, aquilo que realmente queremos. Palavras soltas, nada significam, da mesma forma que pessoas isoladas, nada conseguem fazer.

Sozinhos, nada nos satisfaz!

Sozinhos, não temos a quem transmitir nada!

Sozinhos, nossas realizações perdem o sentido!

Sozinhos, não teremos motivos para construir!

Sozinhos, não teremos com quem interagir o que aprendemos!

Sozinhos, não sobreviveremos!

Sozinhos, passaremos a nos definhar em todas as áreas de nossa vida!

O homem foi criado por Deus, para viver em sociedade. Os vínculos que Deus idealizou para nos unir, são os vínculos afetivos dos diversos tipos e níveis de amor, carinho e consideração para com todos aqueles que se aproximam de nós, tanto virtual, quanto físicamente.

Vamos nos dar as mãos, considerando e respeitando os imites de cada um. Somente assim conseguiremos construir uma rede fortalecida pelos laços do amor fraternal. Se surgir algum nó em algum vínculo afetivo, Deus nos recomendou desatá-los com a atitude mais sublime que existe: “perdoar”.

Seu Filho Jesus Cristo nos deixou o maior e mais profundo exemplo de perdão, quando deu Sua própria vida na cruz do Calvário, para perdoar nossos pecados. Amar é a forma mais sublime e mais profunda de perdoar!

“O meu mandamento é este: Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei.” (Bíblia Sagrada: João 15:12)

Sonia Valerio da Costa
29/03/2010
Meu livro

Dubai

(Eu uso Google Imagens)

Bem vindos a bordo!

Este novo Blog é a concretização de um sonho!

É uma realização profissional!

Como bibliotecária e por gostar de ler e manusear livros novos, sempre sonhei em publicar um livro.

Este sonho me parecia cada vez mais distante.  Refletindo a respeito de minha atuação como profissional da informação, cheguei à compreensão que “livro” é apenas um suporte onde inserimos nossa criação textual.

Então pensei…. por que não mudar esse suporte, adaptá-lo às novas tecnologias e ter a oportunidade de interagir diretamente com o meu leitor?

Após essa reflexão, decidi “publicar” na Web o que pensava em publicar num suporte de papel.

Neste Blog dedicarei uma “categoria” intitulada “Meu Livro”, onde o leitor poderá acompanhar capítulo por capítulo, pois são totalmente interdependentes. Esta forma de escrever também facilitará a leitura alternada dos assuntos. Pensando nisso que resolvi inicialmente nomear este meu Blog como “Livros desfolhados”; hoje, já com um novo Template, passarei a utilizar como título do Blog, o próprio domínio, que é “Folhas Viajantes”. Esta foi a forma literal que publiquei meu livro virtualmente, folha por folha.

Mesmo apresentando um título para este livro virtual “Desatando os Nós do Conhecimento”, com certeza você deve estar curioso por saber, qual é o assunto principal! Penso que isto é o que menos importa. “E essa foto de Dubai?”, voce deve estar se perguntando. Essa foto tem uma grande significação para mim; por ser um lugar encantador, é um lugar que sonho conhecer. A meu ver, esse sonho é impossível! Mas, será mesmo?

Para mim, já considerava a publicação do livro que escrevi, como um sonho inatingível; no entanto, estou me sentindo emocionada, por escrever estas palavras introdutórias, e sei que serão lidas por um número indefinido de internautas que passarem por aqui.

Meu desejo é que lendo estes textos, você possa ser incentivado a conhecer de forma mais ampla o mundo do conhecimento! Sonhe também.. e busque realizar os seus sonhos!

Boa Leitura!

Sonia Valerio da Costa
14/11/2009

Continua em Direitos Autorais