Livros

 

enquantooamornaovem

“Enquanto o amor não vem”  –  Iyanla Vanzant

Quando menos esperamos, percebemos que estamos vivendo nesse meio-tempo ao qual a autora se refere. Todos nós precisamos expressar nosso amor e também sermos correspondidos.

Enquanto isso não acontece, vivemos os chamados desencontros, que sempre deixam marcas de frustrações, desilusões, desafetos que, se não forem bem trabalhados, poderemos construir muros de isolamento ao nosso redor, nos levando ao fracasso em todas as outras áreas de nossa vida (profissional, familiar, social).

Foi justamente quando estava vivenciando um desses meio-tempos que eu tive a oportunidade de ler este livro maravilhoso. Minha vida mudou pois eu pude me conhecer melhor, espelhando-me nas historias contadas pela autora.

A partir de então pude entender a necessidade de uma preparação para vivermos o dia mais feliz de nossas vidas, que é “quando o amor chegar”.

Se esse amor chegar e não estivermos preparadas para vivenciá-lo, com certeza nós o destruiremos com nossas próprias mãos. O que poderia ser bênção, passa a ser maldição e acabamos jogando fora um relacionamento que poderia ser a nossa felicidade.

Sonia Valerio da Costa
03/01/2010
Veja comentários de outros livros em: Índice de Outros Livros
barrabênçao
Meu livro

Dubai

(Eu uso Google Imagens)

Bem vindos a bordo!

Este novo Blog é a concretização de um sonho!

É uma realização profissional!

Como bibliotecária e por gostar de ler e manusear livros novos, sempre sonhei em publicar um livro.

Este sonho me parecia cada vez mais distante.  Refletindo a respeito de minha atuação como profissional da informação, cheguei à compreensão que “livro” é apenas um suporte onde inserimos nossa criação textual.

Então pensei…. por que não mudar esse suporte, adaptá-lo às novas tecnologias e ter a oportunidade de interagir diretamente com o meu leitor?

Após essa reflexão, decidi “publicar” na Web o que pensava em publicar num suporte de papel.

Neste Blog dedicarei uma “categoria” intitulada “Meu Livro”, onde o leitor poderá acompanhar capítulo por capítulo, pois são totalmente interdependentes. Esta forma de escrever também facilitará a leitura alternada dos assuntos. Pensando nisso que resolvi inicialmente nomear este meu Blog como “Livros desfolhados”; hoje, já com um novo Template, passarei a utilizar como título do Blog, o próprio domínio, que é “Folhas Viajantes”. Esta foi a forma literal que publiquei meu livro virtualmente, folha por folha.

Mesmo apresentando um título para este livro virtual “Desatando os Nós do Conhecimento”, com certeza você deve estar curioso por saber, qual é o assunto principal! Penso que isto é o que menos importa. “E essa foto de Dubai?”, voce deve estar se perguntando. Essa foto tem uma grande significação para mim; por ser um lugar encantador, é um lugar que sonho conhecer. A meu ver, esse sonho é impossível! Mas, será mesmo?

Para mim, já considerava a publicação do livro que escrevi, como um sonho inatingível; no entanto, estou me sentindo emocionada, por escrever estas palavras introdutórias, e sei que serão lidas por um número indefinido de internautas que passarem por aqui.

Meu desejo é que lendo estes textos, você possa ser incentivado a conhecer de forma mais ampla o mundo do conhecimento! Sonhe também.. e busque realizar os seus sonhos!

Boa Leitura!

Sonia Valerio da Costa
14/11/2009

Continua em Direitos Autorais

Memórias de Leitura, Meu livro

Aconteceu em 1966…

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tentando resgatar minhas memórias dessa longa trajetória do ato de ler, encontrei este pequeno cartão, recebido da Professora Isis Câmera Frias, quando terminei a 1ª série do primeiro ano primário. Para mim foi uma surpresa receber essa homenagem que acompanhava a medalha de Honra ao Mérito, por ter passado em primeiro lugar.

Ao final da solenidade de premiação, lembro-me que a professora solicitou de minha mãe uma explicação ou algo que justificasse, minha sensível facilidade para a leitura. Minha mãe respondeu apenas que eu gostava muito de ler contos de fadas e também Monteiro Lobato, mas o livro que eu mais lia, e lia diariamente era A Bíblia Sagrada.

Estou realmente revivendo aquela experiência, como se as palavras daquela professora ainda ecoassem aos meus ouvidos dizendo: “Parabéns!… então é por isso que ela lê tão bem e com tanta desenvoltura; por ter uma linguagem complexa e rebuscada, A Bíblia é o melhor livro para se desenvolver a dicção e a expressividade na leitura”.

Por ser de família tradicionalmente evangélica, recebi muito incentivo à leitura da Bíblia, e a partir de então, percebi que tinha um tesouro, em todos os sentidos, ao meu alcance.

Aquelas palavras foram meu maior incentivo à jornada da leitura, que iria percorrer em minha vida. Amo a leitura, tanto que hoje sou bibliotecária; segui essa carreira, não somente para organizar e administrar Bibliotecas, mas acima de tudo, para ter o privilégio de viver no meio dos livros, pois são meu principal objeto de trabalho…

Os livros fazem parte da minha vida!…

Não consigo viver sem eles!…

Este texto “Memórias de Leitura” é a minha história e fez parte de uma exposição em 27/10/2001, na Biblioteca Pública Monteiro Lobato (São Paulo).

Você vai gostar também de: A Medalha

 

Continua em: Dedicatória

Sonia Valerio da Costa

14/11/2009